Quinta, 19 de Setembro de 2019
Follow Us

Segunda, 09 Setembro 2019 14:30

Qatar Airways pode comprar 39% da TAAG e assumir a gestão da companhia angolana

O Governo da República de Angola está a negociar com a Qatar Airways a venda de 39 por cento do capital da empresa pública TAAG – Linhas Aéreas de Angola, noticia nesta sábado, dia 7 de setembro, o ‘Novo Jornal’, que se publica na cidade de Luanda.

Segundo o jornal, que baseia a sua notícia em fontes ligadas ao processo, o Estado Angolano manter-se-á como o maior acionista, com 51% das ações. Uma percentagem de 10% estará à disposição dos trabalhadores angolanos do sector de transportes. A Qatar Airways será responsável pela gestão da companhia aérea de bandeira de Angola, diz o ‘Novo Jornal’.

O ministro dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu, e quadros seniores do setor dos transportes aéreos, têm estado a negociar com a Qatar Airways a venda de 39% das ações da TAAG àquela operadora aérea do Médio Oriente.

“As partes podem fechar parcialmente o negócio ainda este ano, já que, fruto da compra dos 39% das ações da TAAG, a Qatar Airways, apesar de não vir a ser acionista maioritária, assumirá a gestão da operadora aérea nacional, explicou um dos interlocutores, realçando posteriormente que o processo de venda poderá ficar concluído em 2021, como previsto no Programa de Privatizações (Propriv) do Governo, usando a modalidade da privatização por alienação de participações sociais”, acrescenta o ‘Novo Jornal’.

Na última quinta-feira, dia 5 de setembro, o ministro Ricardo Viegas de Abreu e a sua equipa de negociadores seguiram para Doha com o intuito de afinarem as negociações da privatização da TAAG com os donos da Qatar Airways, revelou uma outra fonte citada pelo jornal.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Segunda, 09 Setembro 2019 17:35

Log in or Sign up