Sábado, 15 de Junho de 2024
Follow Us

Segunda, 29 Janeiro 2024 15:10

Alegada falta de transparência da FAF colocada em causa sobre promessas de prêmios aos atletas

A Direcção da Federação Angolana de Futebol-FAF, tornou público, nesta segunda-feira, 29, uma nota informativa para manifestar sua gratidão sobre o apoio dos angolanos e empresários distintos à Selecção Nacional de Futebol que disputa o campeonato africano das nações, na Cote d’Ivoire.

A nota divulgada no site oficial, destina-se a todas as pessoas singulares e colectivas que pretendem fazer ofertas à Selecção Nacional de Angola, numa fase em que a sua participação no CAN 2023, tem movido grande admiração da maioria dos angolanos no país e no estrangeiro.

A FAF, expressa a sincera gratidão pelo generoso apoio de todos quantos se têm vindo a manifestar solidários e apoiantes da Selecção Nacional, por um lado e, por outro lado, considera que as promessas de ofertas são importantes na medida em que motivam os jogadores e grupo de trabalho no geral, isto é, equipa técnica, atletas e oficiais.

Contudo, realça, o contacto telefónico directo com os jogadores em período de máxima concentração para apresentar ofertas ou estímulos, distrai e retira em larga medida a concentração da Selecção Nacional.

“Por conseguinte, de modo a evitar ruídos no balneário e consequente distracção do grupo de trabalho, sobretudo dos jogadores, doravante as promessas de ofertas deverão ser feitas institucionalmente, através da Dicção de Comunicação, Marketing, Comercial e Imagem-DCMCI da FAF, utilizando para o efeito o seguinte contacto: +244 925537172, via WhatsApp através dos terminais +244 912 769776 / 925 526980 ou pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo./ Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.”, conforme se lê no documento posto à circulação.

Antes disso, vale lembrar que além de muitas outras reacções, os apresentadores de televisão, Daniel Nascimento e Cabingano Manuel, criticaram e condenaram energicamente a interferência de empresários nas negociações com Palancas Negras.

Após manifestações de apoio à selecção nacional de futebol de Angola, os apresentadores de TV Daniel Nascimento e Cabingano Manuel expressaram críticas sobre como os empresários e empresas lidam com ofertas milionárias e contacto directo com os atletas.

Em posts nas redes sociais, os apresentadores apelaram aos grandes investidores e corporações para evitarem o contato directo com os jogadores, visando manter as mentes dos craques focadas na vitória do Campeonato das Nações. "Estas vossas ligações directas aos jogadores, na disputa de quem dá mais, só vão atrapalhar o sonho de uma nação", escreveu Daniel Nascimento.

Ele ainda enfatizou a importância de proteger a seleção nacional, inclusive em relação aos problemas familiares dos atletas, e pediu concentração absoluta durante o campeonato. Reforçando o apelo de Daniel, Cabingano Manuel também solicitou que os investidores permitam que os jogadores se concentrem nos desafios esportivos, evitando interferências pessoais que prejudiquem o desempenho da equipe.

Os dois apresentadores ressaltaram a necessidade de motivação aos jogadores, porém sugeriram que isso seja feito por meio de vias institucionais, evitando situações desagradáveis.

Nas redes sociais, milhares de cidadãos estão divididos em suas opiniões sobre os contactos que foram feitos directamente aos jogadores e consequentes anúncios de prêmios, actos que por um lado têm merecido fortes críticas e, por outro os angolanos entendem ter sido necessário.

Por exemplo, várias foram as declarações negativas de internautas que dizem não ter confiança na instituição e acusam a FAF de falta de seriedade na gestão dos referidos prêmios, daí entenderem ter sido oportuno os anúncios públicos de empresas e singulares.

Refira-se que, além dos bancos comerciais BAI e Keve, entrou recentemente em cena a operadora móvel de telefonia angolana UNITEL, este último, cujas características da conversa com o jogador Gilberto (Gibelé), foram as que mais críticas mereceram.

Rate this item
(1 Vote)