Quinta, 02 de Dezembro de 2021
Follow Us

O Movimento do Protetorado Português da Lunda Tchokwe assegurou hoje não ter armas nem exército e declinou qualquer responsabilidade nos acontecimentos de sábado em Cafunfo, que “ceifaram vidas inocentes”, os quais atribuiu às “autoridades do Governo, sobretudo da Polícia Nacional”.

Published in Sociedade

Um oficial superior das Forças Armadas Angolanas (FAA), ferido no confronto com cerca de 300 elementos do auto-denominado “Movimento Protectorado Lunda Tchokwe”, foi evacuado este domingo para a província de Malanje, por precisar de especiais.

Published in Sociedade

Uma comissão de inquérito desloca-se, nos próximos dias, ao município do Cuango (província da Lunda Norte), para averiguar as circunstâncias da rebelião protagonizada por elementos do auto-denominado "Movimento Protectorado Lunda Tchokwe".

Published in Sociedade

Face aos acontecimentos ocorridos no dia 30 de Janeiro de 2021, na Vila de Cafunfo, Município do Cuango, Província da Lunda-Norte, o Secretariado Executivo do Comité Permanente da UNITA, torna público que, a Constituição da República de Angola, no seu artigo 47º, consagra o direito de Liberdade, de Reunião e de Manifestação, tendo o legislador reconhecido os mesmos direitos como fundamentais.

Published in Politica

O Comando Provincial da Lunda-Norte da Policia Nacional, disse em nota de imprensa que, a referida ocorrência foi um acto de rebelião armada, praticado por um grupo de aproximadamente 300 elementos, afectos ao movimento Protectorado Lunda Tchokwe que, teve início cerca das 4h00, madrugada deste sábado, dia 30 de Janeiro do ano em curso, na vila mineira do Cafunfo-Cuango.

Published in Politica
Página 15 de 16

Log in or Sign up