Segunda, 06 de Julho de 2020
Follow Us

Sexta, 12 Junho 2020 19:27

Gaspar Lourenço diz que tornou-se quase “impossível” contacto com João Lourenço

“Em Angola quando uma pessoa ascende a um determinado cargo torna-se um Papa” – diz irmão de João Lourenço

Num autêntico desabafo, Gaspar Lourenço, irmão mais novo de João Lourenço, actual Presidente da República, confidenciou à O Decreto que, desde que o seu irmão foi investido ao cargo de Chefe de Estado Angolano, tornou-se quase que “impossível” o contacto com o João Lourenço.

A revelação foi feita aquando do contacto que O Decreto fez no sentido de obter o contraditório em relação às acusações do ancião Rafael Mamona, mais conhecido por “papá Rafael”, de 70 anos, que revelou ter sido funcionário da fazenda agrícola “Matogrosso” ao que consta é propriedade de João Lourenço, legalmente registada em nome de cinco filho.

Ana Isabel Dias Lourenço, com uma quota no valor de 30 mil kzs, Jéssica Lourana Dias Lourenço 20 mil kzs, Henrique Manuel Pires Lourenço 20 mil kzs, Cristina Giovanna Dias Lourenço, 25 mil kzs e Custódia da Encarnação Dias dos Santos 5 mil kzs conforme o Diário da República IIIª Série n.º 104, de 2 de Junho de 2017.

De acordo com várias cartas de Rafael Mamona a que O Decreto teve acesso, “papá Rafael” explica que, corre por trás de uma indemnização há mais de dez anos, tudo porque, lamentou o cidadão, trabalhou como técnico de reparação das moageiras de João Lourenço, durante seis anos (2001-2007), onde terá deixado suas “máquinas profissionais de soldadura”, além de que, também terá contraído uma deficiência do pé direito em consequência de um acidente de trabalho.

“Vendo esta máquina, o presidente vai se lembrar”, disse na ocasião ao O Decreto, “papá Rafael”, antigo funcionário da fazenda agrícola Presidente da República de Angola, que exibiu esta máquina que dizer ter sido oferecida pelo João Lourenço.

Contactado pelo O Decreto, Gaspar Lourenço, irmão mais novo de João Lourenço reconhece ser amigo de Rafael Mamona e explicando que, foi ele que o levou à fazenda “Matogrosso”, mas que: “papá Rafael nunca foi funcionário da referida fazenda, apenas prestou um serviço que era da reparação das máquinas e levou-as de volta, não é verdade quando dizem que o papa teve lá acidente de trabalho” disse.

Entretanto, Gaspar Lourenço lamentou também encontra muitas dificuldades para contactar o João Lourenço, mesmo sendo irmão. “Quero tanto ajudar o senhor Rafael, até porque é meu amigo, mas também não tenho como”, disse.

Questionado sobre a possibilidade de já ter apresentado o assunto ao irmão, Gaspar Lourenço respondeu: “Em angola quando uma pessoa ascende a um determinado cargo, torna-se num Papa”.

Segundo Gaspar Lourenço tem enormes dificuldades, até como irmão, em manter contactos com o agora Presidente da República, João Lourenço.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up