Angola 24 Horas - Morreu o nacionalista angolano Dr. Almerindo Jaka Jamba
Menu
RSS

Morreu o nacionalista angolano Dr. Almerindo Jaka Jamba

Morreu o nacionalista angolano Dr. Almerindo Jaka Jamba

Morreu na madrugada deste domingo, 1 de abril, em Luanda, o nacionalista, político, historiador e académico, Dr. Almerindo Jaka Jaka, vítima de um acidente vascular cerebral, segundo uma fonte familiar.

Almerindo Jaka Jamba, 69 anos, nasceu a 21 de Março de 1949, aderiu a UNITA em 1972, é um dos últimos negociadores angolanos vivos do Acordo de Alvor, que antecedeu a independência de Angola.

Por força dos Acordos de Alvor, assinados em 1975, entre Portugal e os então movimentos de libertação angolanos (FNLA, MPLA e UNITA), ocuparia, no Governo de Transição, a pasta de secretário de Estado da Informação.

Formado em Filosofia pela Universidade clássica de Lisboa, em Portugal, foi professor na Escola Técnica do Seixal e no Liceu Nacional de Oeiras. O malogrado ostentava, também, um Doutoramento em História, era militante ativo da UNITA em Lisboa, em 1972 deixou a capital portuguesa e partiu para a Suíça.

Atualmente era deputado na Assembleia Nacional e professor universitário em Luanda, depois de ter sido vice-presidente do parlamento, entre 1997 e 2005 e embaixador na Missão Permanente de Angola junto do Organismo das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em Paris (2005- 2008).

No partido UNITA, já ocupou vários cargos de destaque, tais como os de secretário de Educação, Informação, dos Negócios Estrangeiros, da Cultura e Herança Africana.

Em 1992, foi nomeado como segundo vice-presidente da Assembleia Nacional e porta-voz do grupo parlamentar da UNITA.

Jaka Jamba fez parte da Comissão Constitucional de Angola, em representação do maior partido da oposição angolana.

Last modified onDomingo, 01 Abril 2018 14:23
.
..
.
.
back to top

Recomendamos