Menu
RSS

Vice-líder da extinta seita religiosa Luz do Mundo pede desculpas pelos massacres do monte Sumi

Apesar de negar o seu envolvimento directo no massacre de nove polícias, a 16 de Abril de 2015, no monte Sumi, município da Caála, na província do Huambo, o então vice-líder da extinta seita religiosa Luz do Mundo, Justino Tchipango, pediu hoje, segunda-feira, no tribunal da província do Huambo, desculpas aos angolanos, em particular às famílias das vítimas.

Read more...
Subscribe to this RSS feed

Recomendamos