Angola 24 Horas - Economia
Menu
RSS

O FMI não está em Angola para tornar a vida mais difícil do que ela já está

A ideia do Executivo angolano de retirar, na proposta de orçamento para 2019, a subvenção aos combustíveis não avança para já. Conforme fez saber, recentemente, a secretária de Estado para o Orçamento, Aia Eza da Silva, o Fundo Monetário Internacional (FMI), através da sua equipa que presta assistência aos programas do Governo, recomendou ao Ministério das Finanças ser necessária a criação de um conjunto de medidas, para que se efective a redução do peso das subvenções aos combustíveis nas finanças públicas.

Read more...
Subscribe to this RSS feed

Recomendamos