Angola 24 Horas - Franceses interessados em investir nos transportes públicos em Luanda
Menu
RSS

Franceses interessados em investir nos transportes públicos em Luanda

Franceses interessados em investir nos transportes públicos em Luanda

Empresários da República da França mostraram-se disponíveis, em Luanda, em investir no sistema de transportes públicos, de forma a melhorar a mobilidade rodoviária na capita angolana.

O desejo foi manifestado à imprensa, no final de um encontro de cortesia que o governador provincial, Sérgio Luther Rescova concedeu ao grupo de empresários franceses, interessados em investir em Luanda.

Patrice Fonlladosa, presidente do Movimento dos Empresários Franceses (MEDEF), disse que a vinda dos empresários serve de resposta ao convite formulado pelo presidente angolano, João Lourenço, a quando da sua visita à França, em que solicitava uma delegação para estudar áreas para investimento.

O encontro versou sobre o conhecimento dos franceses nos domínios dos transportes, saúde e o facto dos empresários franceses darem muita importância as questões do desenvolvimento humano.

Referiu que as empresas francesas interessam-se por projectos suportados pelos financiadores internacionais e gostariam de cooperar com investidores angolanos do sector agro-alimentar, formação, turismo e transportes.

“Como líder a nível mundial no sector da saúde gostariamos de transferir os seus conhecimentos aos angolanos”, enfatizou o presidente do Movimento dos Empresários Franceses.

De acordo com José Moreno, director do gabinete provincial do Comércio e Indústria do Governo da Província de Luanda (GPL), a pretensão dos franceses em investir na indústria, saúde, transportes e ambiente é de grande valia, pós são áreas que, justamente carecem de apoio.

Angola e França assinaram, em Maio, no Palácio do Eliseu, em Paris, quatro acordos de cooperação estratégica, no quadro da visita oficial do Presidente da República, João Lourenço.

Trata-se dos acordos no domínio da defesa; Convenção com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) no domínio da Agricultura; Convenção sobre a subvenção dos estudos com o Fundo para Expertise e o Reforço das capacidades da Agência Francesa de Desenvolvimento; e Estabelecimento do Proparco – Promoção e participação para Cooperação Económica – filial da AFD para o sector privado. MERCADO

Last modified onQuinta, 07 Fevereiro 2019 12:15
.
..
.
.
back to top

Recomendamos