Quarta, 20 de Outubro de 2021
Follow Us

Quarta, 22 Setembro 2021 09:37

Shoprite fica com a loja do Kero no Luanda Shopping

Saída do Kero deixou o centro comercial Luanda Shopping completamente desértico e provocou o encerramento do parque de estacionamento. Empresa confirma, no entanto, negociações com candidatos que pretendem voltar a movimentar o espaço.

A rede Shoprite é a mais forte candidata a instalar-se no espaço que, até há duas semanas, estava a ser explorado pelo Kero, no centro comercial Luanda Shopping, instalado numa das zonas nobres da capital, no bairro Alvalade.

O Valor Económico sabe que uma equipa da Shoprite esteve, no início do mês, a fazer medições para determinar o espaço desejado, uma vez que os sul-africanos não pretendem explorar toda a área de venda antes à disposição do grupo Zahara, ou seja, os cerca de 10 mil metros quadrados.

Na sequência dos trabalhos da Shoprite, iniciaram-se obras de melhoramento do espaço, que passam também pela colocação em funcionamento dos elevadores e das escadas rolantes. Exigências que decorrem das negociações com a direcção do centro comercial que, sem entrar em detalhes, confirmou a este jornal os contactos com os sul-africanos. Outra fonte também ligada ao processo avançou, entretanto, a existência de uma segunda candidata, cujo nome não revelou.

SHOPPING DESERTO

Se antes de fechar portas as visitas eram reduzidas por conta da falta de produtos no Kero Gika, actualmente o cenário é muito pior. Contam-se pelos dedos de uma mão os visitantes que circulam no centro comercial no dia-a-dia. E há vezes em que só se vêem os funcionários das sete lojas que resistiram à falta de clientes, que acabam por ficar sentados nos bancos do corredor a conversar ou a usar telemóveis.

“Tristeza”, é a descrição feita por quem até então via grandes movimentações diariamente e viu partir para o desemprego muitos colegas. O encerramento do hipermercado provocou também o fecho da maior parte das lojas, sobretudo as vizinhas que decidiram voltar a abrir somente quando o novo inquilino se instalar, já que será o principal ponto de atracção de clientes. Para já, menos de uma dezena de lojas está aberta e os operadores dos quiosques também abandonaram o espaço.

Outra consequência é o encerramento do parque de estacionamento. Tão logo a loja fechou a 31 de Agosto, o parque ficou inacessível a clientes. Os poucos que vão à procura de serviços ou bens à entrada deparam-se com uma barreira, recebem indicações para procurar vaga ao longo da estrada para estacionar. No entanto, a requalificação do parque de estacionamento também é uma das condições apresentadas pelo potencial inquilino, Shoprite, pelo que a reabilitação deverá começar nos próximos dias.

Valor Econômico

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up