Menu
RSS

O renascimento da nova angola – Dr João Lourenço: o herói

O renascimento da nova angola – Dr João Lourenço: o herói

A chegada da nova era vai a uma velocidade assustadora, fazendo exaurir mentes alérgicas à transformação, imponto um novo corrume ao País caracterizado pelo renascimento de uma Nova Angola, pois que, as coisas velhas passaram e tudo far – se – á novo. Excelentíssimo Senhor Presidente da República de Angola Digníssimo Dr João Lourenço, é um grande herói, é o Pai do Renascimento Angolano.

Fazer renascer um País, não é uma tarefa tão fácil, é das mais vislumbrantes acções de heroísmo, cuja chama desta sobrevinda não abscindirá em emitir o seu esplendor sobre sucessõs de geraçõs. De lembrar que, neste ângulo, inúmeras personalidades afeiçoadas ao paladar do passado, debochadas pelo ontem remoto, não serão gratas pela vinda de uma era nova, que define padrões de uma Angola Nova, completamente rejuvenescida, cujos ventos sopram de maneira indeclinável para a reforma náutica do barco angolano do passado, a mutação de atitude, faz mal em excessivo, capaz de colocar enferma a acção indiferente, e nesta sorte, o Pai do Renascimento Angolano, terá de fazer face as maiores conjunturas opostas ao Renascimento do País, que do tempo nascerão para deslumbrar os programas de progresso do País, somente acabrunhando estorvos impossíveis impostos pelos adversários da evolução, o seu acto heróico, tornar – se – á num facto evidente no País.

O notório fenómeno do Renascimento de Angola, fez do Excelentíssimo Presidente Angolano num grande ícone contemporânio, em menos de seis meses do seu governo, já conquistou de forma massiva o apoio do povo todo, já reverteu a mente dos indecivos atraindo ao não mais poder ser a sua total confiança como o Líder Angolano mais efusivo da actualidade.

Todavia, seu nome se tornou numa música cantada de noite e de dia pelo povo angolano todo, de Cabinda ao Cunene, do Mar ao Leste, entre angolanos de toda a esfera social, a sua simplicidade tornou – se num íman que atrai a cada instante que se passa a alma angolana:

João Lourenço,

       João Lourenço,

           João Lourenço;

                João Lourenço,

                    João Lourenço,

                          João Lourenço,

João Lourenço, são as vozes que contagiam a alegria do Povo angolano no seu todo, é chamado por muitos de ser o salvador da Nação angolana, outros o apelam – o de redentor, o enviado de Deus para tirar o País no clima que lhe aflige hoje, o Dr João Lourenço, fez também renascer a credibilidade do MPLA ontem desanimada no seio do povo, em menos de seis meses mais seguidores aderem de forma massiva ao MPLA, mostrando por letras e números de que é o líder mais carísmático da actualidade, a personalidade mais afectuosa do País na actualidade, o líder mais querido da Nova Angola, o Pai do Renascimento, cuja fama de sua pessoa se acende em milhares de admiradores e seguidores, há quem já cogita a criação de uma marca chamada João Lourenço, músicos, actores, escritores, jornalistas, famosos, todos em únissonos, levam o legado de fazer de João Lourenço o verdadeiro símbolo da mudança, um maior patriota da actualidade, o Pai do renascimento Angola. Homem de fé e entusiasmo, que sacrifica os seus interesses em benefício do povo e do país, de simplicidade nata e inencontrável entre os líderes deste mundo todo, um adversário da corrupção, um verdadeiro camarada de vanguarda absoluta de assuntos sérios e eficazes, um grande batalhador de sacrifício nato. Nínguém neste momento, é tão capaz de fazer desta Angola numa angola completamente resoluta que tenha de brilhar no panorama mundial como uma estrela fulgurante como esta grande personalidade actual que em menos de seis meses se tornou num verdadeiro líder, admirado por todos e querido por todos angolanos de Cabinda ao Cunene, do Mar ao Leste.

Os rumores que dominam as vozes angolanas no seu todo, segundo os quais, a Sua Excelência Senhor Presidente Dr João Lourenço, é o verdadeiro líder do Renascimento Angolano, é determinado para alguns pela tendencia socializadora observada na crescente necessidade de intervenção do Estado no renascer de uma economia crescente, e para outros, pela exigências duma democracia social madura na era da tecnologia avançada, que priorize o combate a corrupção, as assimetrias socias, o crescimento da qualidade do ensino, o melhoramento do sistema de saúde angolano expresso num atendimanto humanizado, que reforma os princípios judiciais angolanos tornando – os equitativos, transparentes, rápidos e eficazes, que discipline a sociedade fazendo – a isenta da massiva criminalidade ainda patente hoje na esfera urbana e sub – urbana, através de um sistema de segurança pública mais ampliado e mais eficaz, que dilacera a criminalidade e dá o verdadeiro seguimento de facto ao criminoso.  

Um líder como o Presidente João Lourenço, é de fazer – lhe as mais profundas gratidões em gesto reverência, em virtude desta altíssima personalidade contemporânea, ter seu legado voltado para a redução implacável da corrupção, instituindo um Estado que seja capaz de regular, organizar, intengrar a sociedade angolana e controlar o funcionamento do aparelho do governo com normas de fiscalização transparente e efectivas no domínio prático, saindo da retórica para a acção prática.

Por outro lado, o receio de que o Renascimento seja inaceite por muitos, é grandioso, em virtude da Nova Angola, encerrar na sua marcha princípios normativos incompatíveis com o fracasso expresso nas acções do passado de muitos, cujo lema visa suscitar exigências no aparelho do Estado, para uma nova reorganização do Estado Angolano, onde vigore a participação dos estratos sociais no processo de decisão sobre o bem-estar de todos angolanos, onde todos se sintam iguais perante a lei, determinando desta forma, a composição de um novo modelo de vida para o angolano, generalizando – se a necessidade de seriedade dos órgãos do Estado na defeza dos interesses do povo. Transferindo para a constituição a tutela desses direitos, institucionalizando – se a garantia de sua inviolabilidade e se reserva à lei, nos limites constitucionais, a exclusividade da competência para qualquer modificação no regime derivado da directriz constitucional.

A aspiração relevante do Renascimento deste Novo País, é de que se encontre seu coroamento nas alturas majostosas de uma grande nação, com credibilidade africana e mundial. Para tal, é necessário que os desejos do Presidente João Lourenço para Angola, sejam implementados no domínio prático, é necessário que aqueles que são opostos ao renascimento cujas teorias cheiram conspiração contra o florir de um Novo País, sejam ignorados, e dados passos vitais para o sucesso do amanhã da Nação, precisamente vencendo todas essas barreiras, Angola há de se colocar no ápice das nações deste mundo como uma nação capaz e acreditada por todos quanto nascem e crescem no planeta Terra.

Os obstáculos, existem para fazer das acções dos homens mais prazerosas e mais impactantes, quem triunfa sem risco, vence sem glória, no entanto, é necessário a coragem e firmeza na firme marcha, sejam quais forem os obstáculos impostos, a decisão de um grande líder, deve prevalescer até a consumação dos tempos, é desta resistência implacável que Angola poderá Renascer do passado e redefinir seu modus vivendi e operandi para o futuro.

“Hoje mais do que nunca, estamos todos cientes de que a Sua Excelência Digníssimo Presidente da República Dr João Lourenço, é a esperança de uma Angola próspera e cintilante, de que veio para fazer de Angola numa Angola completamente renascida, numa Angola onde as mudanças e reformas iluminam o curso natural das coisas, cujo alcancel de tal proeza, não escolhe fronteiras, Sua Excelência Digníssimo Presidente Dr João Lourenço, se apresenta como uma contribuição da mais alta valia e de proveito irrecusável para o progresso do país, negando esta personalidade é colocar sob risco de perdição a felicidade patriótica da nação, não há nada que seja mais fulcral senão apoiá – lo em todos os seus intentos que visam dar ao País um rumo completamente certeiro à luz de um renascimento moderno equiparável às nações do primeiro mundo, onde a qualidade de vida do cidadão não se mede nem a metro, nem a balança. Negar esta personalidade é negar o crescimento deste País, é negar a amplitude de possibilidades e a profunda dimensão de coisas que visam dar soluções firmes aos problemas porque Angola vive hoje ou viveu no seu passado, ontem, desta forma, ele não é apenas o reformador, mas antes de tudo: o Pai do renascimento Angolano.

O Dr João Lourenço, é uma grande figura, cuja chama simbólica definirá o progresso do País. O Dr João Lourenço, é um ícone, absolutamente exigente, um grande homem, que expressa o seu afinco em desafios, quer seja para enfrentar o futuro, quanto para tornar possível aquilo que os demais acham ser impossível. Ele nos ensinou que nada é impossível, impossível são homens incapazes, e assim, o Dr João Lourenço, fará de Angola uma Pátria forte e desenvolvida, capaz de se constituir numa estrela cintilante que iluminará o nosso firmamento de África amanhã, servindo de modelo de progressos à Nações vizinhas. Pouco ou nada faremos para o bem do País, se não andarmos com ele, servindo – o piamente, caminhando com ele na obediência absoluta, absorvendo todas as suas orientações para que tenham alcance sobre o âmbito prático, sua missão somente terá acesso prático, se todos os sectores que em uníssono constituem as ferramentas mais importantes do Estado Angolano, obedeçam suas linhas de acção política, obedeçam sua estratégia de governo, obedeçam o desejo prático de ter um País realizado. Obedeçam, a implementação prática do programa de governo vigente no momento. Sua missão, depende de todos os estratos sociais que constituem Angola como um todo, somente assim, se pode erguer um futuro cimeiro que se convenciona no crescimento progressivo na dimensão multissectorial.

Bem – haja:

João Henrique Hungulo: Médico Generalista, Pesquisador de Ciências Médicas, Professor Universitário, Escritor, Poeta, Para – jurista, Mestrando em Medicina do Trabalho.

Mídia

voltar ao topo
Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

A apresentadora da Televisão Pública de Angola Beatriz Fernandes foi hoje encont...

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

O pleito eleitoral de 23 de Agosto 2017 acabou na lógica de “tudo muda sem nada ...

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola proclamou, hoje, oficialmente, o M...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve