Menu
RSS

Porquê pretendem criar o PODEMOS

Através das redes sociais, nos meses atrás estava circular uma notícia que dava conta que o Abel Chivukuvuku e alguns independentes no seio da CASA-CE iriam brevemente criar um partido que se chamaria de PODEMOS. Que nome de partido politico tão apelativo? Depois da fuga dessa informação no círculo mais restrito dos casistas (casista é um termo que uso para fazer menção aos membros da CASA-CE). Os casistas vieram a público desmentir essa notícia, acusando os autores da mesma de serem agentes... que visam desestabilizar, que têm a missão de derrubar a CASA. E chegaram de deixar claro que a CASA se manteria una e indivisível, e negaram que há essa pretensão por parte do Casista Abel Chivukuvuku em criar o partido político PODEMOS.

Por Manuel Tandu

Mas a questão que levantei em função dessa notícia, foi a seguinte: o que perderia o Casista Abel Chivukuvuku em criar um partido político, a qual ele como presidente teria de facto o poder real!? Pois devido a situação do mesmo, a criação deste partido político, ate um certo ponto chega a ser compreensível, pois numa coligação não existe um único comando, todos os presidentes que compõem a coligação chegam a mandar, é quase uma casa da mãe Joana. E é do conhecimento do público que o Casista Abel Chivukuvuku é refém dos presidentes dos partidos políticos que compõem a CASA.

Pois o mesmo não tem um partido! Na CASA-CE ele se encontra na condição de um independente tal como, o mbuta muntu Makuta Nkondo, Lindo Bernardo Tito, Mendes de Carvalho... Mas depois os mesmos que vieram a público negar essa pretensão do Casista Abel Chivukuvuku e alguns independentes em criarem o PODEMOS, chegaram a aceitar que havia essa pretensão pra criação deste partido político. Mas adiantaram que este partido político que seria criado, passaria logo a fazer parte da Coligação, quer dizer, iria engrossar a CASA-CE. Mas porquê ter uma coligação tão obesa!? Porquê se pretende criar o PODEMOS? Esse porquê levou-me a reflectir profundamente sobre as reais intenções ou as reais motivações dos que pretendem criar este partido político. O porquê de ter uma coligação tão obesa!?  

O Casista Abel Chivukuvuku e outros independentes, pretendem criar um partido político que nascera dentro da própria CASA, eles pretendem construir uma CASA dentro duma CASA que já existe. Quer dizer o PODEMOS é uma CASA que será edificada dentro da CASA-CE. E o que eles ganham com isso. Com esse lance entendo, que eles irão "sugar" todos os militantes quer independentes e os que pertencem aos partidos políticos coligados, pra o PODEMOS. E quando o número de membros do PODEMOS for superior da própria Coligação. Então será o xeque-mate! Um golpe suave que o Casista Abel Chivukuvuku e outros independentes darão. Com esse xeque-mate nasceria uma CASA (PODEMOS) nas cinzas da CASA-CE.

Pois depois do dito pelo não dito dos três presidentes dos três principais partidos que compõem a CASA, a quando da entrega do dossiê pra metamorfose da CASA-CE em partido político no Tribunal Constitucional (TC). E depois daquela incerteza que chegou a pairar, que dava conta que os presidentes destes partidos políticos tencionavam abandonar a coligação, esses cenários fizeram soar um alarme. E uma ala desta coligação concluiu que o recuo destes presidentes no dossiê da metamorfose junto do TC, foi um acto de traição, foi uma contra propaganda contra a própria organização política e poderia trazer dissabores no pleito que se avizinhava. Mas para estes presidentes a extinção dos seus partidos políticos era inegociável!

Quer dizer, no actual cenário os presidentes destes partidos políticos podem muito bem dar um KO na carreira política do Abel Chivukuvuku, e fariam isso deixando de fazer parte de coligação. O facto de Abel Chivukuvuku junto com outros membros serem independentes (pois não têm um partido politico), nas negociações no seio da CASA-CE partem sempre fragilizados. E o Abel Chivukuvuku tendo noção deste cenário, através do PODEMOS, ele deixa de ser refém destes presidentes dos partidos políticos que compõem CASA-CE, nas negociações no seio da CASA-CE passa a partir com pé de igualdade com outros presidentes dos partidos políticos que compõem a CASA-CE.

Mas o objectivo real da criação do PODEMOS não visa criar um equilíbrio no momento das negociações no seio da CASA-CE, pois tem um fim maior. Esse fim maior é a materialização da transformação da CASA-CE em partido político. Ora, na primeira tentativa desta materialização, esse dossiê deu entrada no TC. Mas esse percurso não teve sucesso, foi improducente. Logo com a criação do PODEMOS se irá materializar essa pretensão, pois o PODEMOS irá "sugar" muitos independentes e militantes de partidos políticos que compõem a CASA-CE. E os presidentes contestatários da metamorfose da CASA-CE em partido político não terão meios, ou é praticamente impossível. Eles contraporem essa ofensiva. Quer dizer o PODEMOS irá "sugar" a própria CASA-CE. E a CASA-CE passara a ser o PODEMOS. E com isso a pretensão de metamorfosear a CASA-CE em partido político se tornaram num facto concreto.

Last modified onSexta, 20 Outubro 2017 17:36
.
.
.
.
back to top

Recomendamos