Menu
RSS

FMI prevê recessão de 0,7% em Angola em 2016 e crescimento de 1,5% este ano

FMI prevê recessão de 0,7% em Angola em 2016 e crescimento de 1,5% este ano

O Fundo Monetário Internacional (FMI) previu hoje que a economia de Angola tenha sofrido uma recessão de 0,7% do Produto Interno Bruto, revendo também a previsão de crescimento, este ano, de 1,3% para 1,5%.

Nas Previsões Económicas Mundiais, hoje divulgado em Washington, os economistas do FMI antecipam que, no ano passado, Angola tenha sofrido um crescimento negativo de 0,7%, o que contrasta com a previsão atual do executivo de Angola, que aponta oficialmente para um crescimento de 1,1% em 2016 e de 2,1% este ano.

O Instituto Nacional de Estatísticas de Angola ainda não divulgou os dados relativamente ao último trimestre do ano passado, mas de acordo com o Boletim do Produto Interno Bruto Trimestral, no primeiro trimestre do ano passado, a economia de Angola registou, sempre face ao período homólogo, um crescimento de -1,9%, a que se somou uma nova contração de 7,8% e, finalmente, um recuo de 4,3% na riqueza produzida no país no terceiro trimestre, o que dá uma média de 4,7% nesses nove meses.

No documento hoje divulgado, o FMI diz que "o crescimento para 2017 foi revisto em alta, de 1,3% em abril, para 1,5% agora, porque uma revisão à produção petrolífera em 2016 aumentou a magnitude da recuperação esperada".

O FMI, de resto, diz que a perspetiva de evolução económica para os países importadores de petróleo "é, de uma forma geral, melhor [do que nas previsões de abril], com uma taxa de crescimento agregada de 3,9% em 2017, aumentando para 4,4% em 2018".

Sobre a inflação, o último aspeto a que os técnicos do FMI se referem no que diz respeito a Angola, a previsão é que a subida dos preços "se mantenha elevada, com uma taxa de dois dígitos, refletindo os persistentes efeitos dos choques inflacionários do passado que resultam das fortes depreciações da moeda, bem como o aumento dos preços da eletricidade e dos combustíveis".

Assim, os preços deverão aumentar 30,9% em Angola este ano, descendo para 20,6% em 2018, depois de em 2016 os preços terem subido 32,4%, segundo o FMI.

Modificado emterça, 10 outubro 2017 20:44

Mídia

voltar ao topo
Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

A apresentadora da Televisão Pública de Angola Beatriz Fernandes foi hoje encont...

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

O pleito eleitoral de 23 de Agosto 2017 acabou na lógica de “tudo muda sem nada ...

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola proclamou, hoje, oficialmente, o M...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve