Menu
RSS

Angola investe mais US$ 130 milhões para levar cabo submarino ao Brasil e aos EUA

Angola investe mais US$ 130 milhões para levar cabo submarino ao Brasil e aos EUA

O Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), detido pelo Estado angolano, vai financiar com 130 milhões de dólares (116 milhões de euros) a instalação de um cabo de telecomunicações submarino ligando o Brasil e os Estados Unidos.

De acordo com informação do Ministério das Finanças angolano, o acordo para este financiamento, que envolve uma Garantia Soberana da República de Angola, prevê ainda a construção de um 'datacenter' no Brasil e foi assinado com o BDA na segunda-feira, em Luanda.

O projeto em causa, em que a empresa Angola Cables lidera o consórcio responsável, prevê a instalação de um cabo submarino de fibra ótica ligando Angola ao Brasil e depois aos Estados Unidos, para reforço das comunicações.

Visa a instalação de uma ligação de comunicações submarina entre Angola e o Brasil, denominada de Sistema de Cabo do Atlântico Sul (SACS), e outra entre o Brasil e os Estados Unidos, designada de Cabo das Américas (CA).

Com seis mil quilómetros de extensão, o cabo que ligará Luanda (Angola) a Fortaleza (Brasil) será composto por quatro pares de fibra com uma capacidade de transmissão de dados de 40 Tbps (terabits por segundo) e já está em instalação, também financiado pelo BDA.

O segundo cabo - cujo financiamento foi agora assegurado - ligará as cidades de Santos e Fortaleza com Boca Raton, na Florida (Estados Unidos da América), com cerca 10.556 quilómetros de comprimento e seis pares de fibra, com uma capacidade de 64 Tbps.

A Lusa noticiou anteriormente que o Presidente angolano aprovou uma garantia soberana de 260 milhões de dólares (232,7 milhões de euros) para financiar a instalação, pela Angola Cables de um cabo submarino de fibra ótica entre África e América.

A decisão consta de um despacho presidencial assinado por José Eduardo dos Santos em fevereiro de 2016, envolvendo uma garantia soberana para cobrir o financiamento do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) à empresa Angola Cables.

Este segundo projeto, que segundo informação da Angola Cables "vem sustentar as necessidades correntes dos utilizadores da América Latina", será construído e operacionalizado em conjunto com a Algar Telecom (Brasil), Antel (Uruguai) e a Google.

A Angola Cables foi criada em 2009 com o objetivo de "transformar Angola num dos principais eixos africanos de telecomunicações". É maioritariamente detida pela empresa pública Angola Telecom (51%), contando ainda com a Unitel (31%), a Mstelecom (9%), a Movicel (6%) e a Startel (3%) na sua estrutura acionista.

Na mesma autorização, assinada por José Eduardo dos Santos, sublinha-se que os dois projetos tecnológicos de fibra ótica, submarinos, "visam aumentar a capacidade de conectividade internacional, para e a partir de Angola", e que reduzem os custos das ligações internacionais, fomentando, também, a expansão e a competitividade do setor das Tecnologias de Informação e Comunicação angolano.

LUSA

Mídia

voltar ao topo
Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

A apresentadora da Televisão Pública de Angola Beatriz Fernandes foi hoje encont...

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

O pleito eleitoral de 23 de Agosto 2017 acabou na lógica de “tudo muda sem nada ...

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola proclamou, hoje, oficialmente, o M...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve