Menu
RSS

Confrontos em aeroporto fazem 100 mortos na República Democrática do Congo

Confrontos em aeroporto fazem 100 mortos na República Democrática do Congo

Confrontos pelo controlo do aeroporto surgiram entre partidários de um chefe tribal, morto em agosto, e as forças de segurança.

Uma centena de pessoas foram mortas na quinta-feira e na sexta-feira em confrontos entre partidários de um chefe tribal, morto em agosto, e as forças de segurança, pelo controlo do aeroporto de Kananga, no centro da República Democrática do Congo.

“O número de mortos ultrapassa uma centena incluindo os milicianos do chefe Kamwena Nsapu e oito militares que também morreram”, declarou um membro do gabinete do governador da província do Kasai-Central, cuja capital é Kananga.

Um padre da arquidiocese de Kananga confirmou à agência noticiosa AFP que houve pelo menos cem mortos: quarenta partidários do chefe tribal morreram na quinta-feira e, pelo menos, sessenta na sexta-feira.

A gravidade da situação levou “o Presidente da República a enviar o vice-primeiro-ministro do Interior para Kananga no sábado para entender por que havia tantas pessoas mortas nesta operação”, segundo disse à AFP uma fonte do governo.

Mais segundo o governo da República Democrática do Congo o número provisório de confrontos entre forças de segurança e milícias Kamwina Nsapu é de 28 mortos.

Entre os mortos 28, há 8 no lado da forças de segurança e 14 no campo de milicianos. Três estudantes também morreram e três mulheres foram lixadas, incluindo uma hospedeira da companhia aérea nacional Congo Airways.

Trinta feridos foram registrados, incluindo 29 alunos hospitalizados e um membro das forças de segurança.

A calma regressou a Kananga ao final da tarde de sexta-feira, de acordo com várias testemunhas.

Na quinta-feira, os apoiantes do chefe Kamwena Nsapu atacaram o aeroporto de Kananga e assumiram o controlo “durante várias horas na sexta-feira”, matando uma hospedeira da companhia aérea nacional Congo Airways, antes de serem obrigados a retirar pelas forças de segurança provenientes da cidade de Mbuji-Mayi.

LUSA

 

Mídia

voltar ao topo
Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

Apresentadora da TPA encontrada morta em Viana após rapto

A apresentadora da Televisão Pública de Angola Beatriz Fernandes foi hoje encont...

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

Medo do MPLA: Oposição obteve maioria na Assembleia Nacional

O pleito eleitoral de 23 de Agosto 2017 acabou na lógica de “tudo muda sem nada ...

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

CNE proclama MPLA vencedor das eleições gerais 2017

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola proclamou, hoje, oficialmente, o M...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve