Menu
RSS

Hacker vai apagar conta do Facebook de Mark Zuckerberg e promete transmissão ao vivo

Hacker vai apagar conta do Facebook de Mark Zuckerberg e promete transmissão ao vivo

O evento é um alerta para problemas de segurança da rede social e está marcado para o próximo domingo, com direito a streaming na própria plataforma de vídeos do Facebook.

Um hacker taiwanês prometeu apagar a conta do patrão do Facebook, Mark Zuckerberg, com direito a streaming para mostrar o processo. O evento está marcado para o próximo domingo, segundo o agendamento do evento. Chang Chi-yuan é um hacker “white hat” conhecido no Taiwan, tendo contribuído para a deteção de bugs de sistemas e está listado no hall of fame na sua participação na caça a bugs de vulnerabilidades da Line Corp.

A promessa de apagar a conta do patrão do Facebook vai ao encontro do programa da plataforma para a deteção de bugs, que promete o pagamento e reconhecimento aos investigadores de segurança que detetem e reportem vulnerabilidades ao serviço. O hacker, pelos vistos, não se vai limitar a reportar, e quer mostrar ao mundo como descartar a página pessoal de Mark Zuckerberg. Se for bem-sucedido, esta não será a primeira vez que a sua conta pessoal fica comprometida. Em 2011, um hacker colocou uma mensagem no mural do criador do Facebook, explorando as vulnerabilidades.

tek hacker
Segundo refere a Bloomberg, Chang Chi-yuan já fez ataques à Apple e à Tesla, embora não tenham sido verificados independentemente. Chegou a ser processado por uma empresa de autocarros, depois de ter comprado um bilhete por três cêntimos através hacking ao sistema.

Se o Facebook não cancelar a transmissão ao vivo, esta vai decorrer no próximo domingo às 11 da manhã. Segundo afirmou numa das suas mensagens, Chang Chi-yuan não pretende prejudicar a plataforma, apenas quer ganhar o dinheiro das recompensas pelas descobertas de vulnerabilidades. Recentemente, no lançamento do iPhone Xs Max, o hacker comprou 502 iPhones por 3 cêntimos para demonstrar uma vulnerabilidade da Apple.

.
. =
.
.
back to top

Recomendamos