Angola 24 Horas - PGR confirma detenção de antigo ministro dos Transportes
Menu
RSS

PGR confirma detenção de antigo ministro dos Transportes

PGR confirma detenção de antigo ministro dos Transportes

A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola confirmou hoje a detenção do antigo ministro dos Transportes angolano, Augusto Tomás, indiciado pela prática dos crimes de peculato, corrupção, branqueamento de capitais, entre outros puníveis pelo Código Penal.

Em comunicado de imprensa, a que agência Lusa teve acesso, a PGR refere que o processo corre os seus trâmites na Direção Nacional de Investigação e Ação Penal (DNIAP), relacionado ao caso que investiga atos de gestão do Conselho Nacional de Carregadores (CNC), órgão afeto ao Ministério dos Transportes.

O documento informa também que, além do ex-governante, foi igualmente detido Rui Manuel Moita, ex-diretor-geral adjunto para a Área Técnica do CNC.

Ambos ficaram em prisão preventiva, decretada nos termos da Lei das Medidas Cautelares em Processo Penal.

"O processo prossegue a instrução preparatória com caráter secreto, com vista à sua conclusão e posterior remessa ao Tribunal competente", lê-se no comunicado.

Augusto da Silva Tomás foi afastado do cargo pelo Presidente de Angola, João Lourenço, em junho deste ano, não tendo sido avançado os motivos da sua exoneração, a primeira entre os ministros empossados em setembro de 2017, pelo novo chefe de Estado angolano.

A exoneração de Augusto Tomás, antigo ministro da Economia e Finanças de Angola e na tutela dos Transportes desde a presidência do então chefe de Estado José Eduardo dos Santos, ocorreu envolta em polémica sobre uma anunciada parceria público-privada para a constituição de uma companhia aérea.

Na altura, João Lourenço declarou apenas, sem avançar mais pormenores, que a parceria não iria avançar.

"Não vai adiante, não vai sair, não vai acontecer, por se tratar de uma companhia fictícia", disse João Lourenço.

Sobre o Conselho Nacional de Carregadores, a Inspeção-Geral do Estado já tinha anunciado este ano que estavam a decorrer investigações, por alegada gestão danosa àquele órgão tutelado pelo Ministério dos Transporte.

Last modified onSábado, 22 Setembro 2018 00:01
.
..
.
.
back to top

Recomendamos