Menu
RSS

Ex-Comandante da PN, Alfredo Mingas "Panda" pede desculpas por erros ou falhas

Ex-Comandante da PN, Alfredo Mingas "Panda" pede desculpas por erros ou falhas

O ex-Comandante-Geral da Polícia Nacional de Angola, Alfredo Mingas "Panda", pediu hoje desculpa aos cidadãos por eventuais erros ou falhas que tenha cometido fora ou no exercício das suas funções.

Alfredo Mingas "Panda", que falava na cerimónia de tomada de posse do seu substituto, Paulo de Almeida, esteve envolvido num acidente de viação, na semana passada, em Luanda, que resultou na morte de duas pessoas, quando o carro que conduzia embateu na viatura das vítimas.

Segundo o agora ex-Comandante-Geral da Polícia, que ficou no cargo oito meses, "só não erra, só não falha, quem não trabalha".

O oficial da Polícia angolana agradeceu ao ministro o apoio prestado no exercício das suas funções, bem como a todos os efetivos "pela entrega, dedicação e espírito de sacrifício demonstrado" durante o período em que esteve em funções.

"Orgulha-me profundamente ter tido a oportunidade de servir o nosso país e a Polícia Nacional ao vosso lado", frisou.

Ao novo Comandante-Geral da Polícia Nacional, Paulo de Almeida, desejou êxitos, "na difícil, mas nobre missão que tem pela frente, de elevar os níveis de qualidade da Polícia Nacional, de modo a garantir uma maior eficácia e eficiência na segurança dos cidadãos, das instituições e na defesa dos direitos humanos.

Os agradecimentos foram igualmente extensivos à comunicação social pública e privada, "por toda a colaboração, pelas críticas e pela solidariedade institucional que demonstraram inclusive nos momentos mais complicados".

"Quero que saibam todos que foi uma grande honra ter-vos servido", concluiu Alfredo Mingas "Panda", efusivamente aplaudido pelos presentes.

Last modified onDomingo, 05 Agosto 2018 19:15
.
.
.
.
back to top

Recomendamos