Menu
RSS

Polêmica sobre a morte de Vice Cônsul de Angola na cidade de São Paulo

Polêmica sobre a morte de Vice Cônsul de Angola na cidade de São Paulo

Faleceu ontem (17de Maio) ao principio da tarde,  na cidade de São Paulo (Brasil), num hospital social, a Dra. Alice Ondina de Sousa Mendonça,  que naquela cidade exercia as funções de Vice Cônsul.

A Vice Cônsul já se encontrava doente a algum tempo, porém, o seu falecimento, infelizmente, quer se queira, quer não, foi “acelerado” por motivos desumanos por parte do Cônsul Geral naquela cidade, Belo Mangueira, e igualmente da Direcção do Ministério das Relações Exteriores, particularmente na pessoa do seu Secretário Geral, Sr. Agostinho Van-Dúnem (que agora e em conjunto com o jovem Director do Gabinete de Manuel Augusto, Salvador de Jesus, dominam o Ministério e se convencem que são os super homens que vieram de “Marte” com ideias anacrónicas para resolver todos os problemas do Mirex) que pura e simplesmente ignoraram das necessidades financeiras que a funcionária necessitava para prosseguir com o seu tratamento.

O Sr. Cônsul Belo Mangueira, por incapacidade ou maldade e má de negociar com o hospital, foi dizendo que não tinha dinheiro e que a funcionária estava a gastar demais com o tratamento, passando a bola para o Mirex que também lavou as mãos sem fazer absolutamente nada e, assim lá se foi uma vida.

Nesse “ping-pong” entre o gestor principal do Consulado (Belo Mangueira) e a Direcção do Mirex, a Dra. Alice ficou 3 meses privada do prosseguimento do seu rigoroso tratamento, até que amigos seus a encontraram em casa num estado lastimavel e tendo em conta que o Consulado nada fazia pela funcionária, encetaram demarches nesse hospital social e a muito custo a suas expensas a conseguiram internar, porém, já numa condição muito precária por ter ficado 3 meses sem a sua medicação. Aliás, foi tão desumano, que o Consulado nem sequer sabia em que hospital  a sua funcionária se encontrava internada. Por esta razão o Consulado só teve conhecimento do falecimento da sua funcionária por um telefonema ontem á tarde do Secretário de Estado para a Cooperação, Vieira Lopes para o Cônsul Geral Belo Mangueira !

Em pleno século 21, embora a saúde da Vice Cônsul já se encontrasse  num estado critico,  foi inacreditavel e desumano o apoio dado pela sua entidade patronal, escudando-se sempre da falta de dinheiro !

É doloroso ter que morrer assim. Não houve dinheiro para salvar uma vida e, agora esse mesmo dinheiro já apareceu para transladarem o corpo para Portugal onde será sepultado por razões familiares !

SIMPLESMENTE INCRIVEL E MUITO TRISTE. Todos nós havemos de morrer, nenhum de nós ficará na terra eternamente, mas morrer assim dá dó.

Aliás, no Brasil as nossas instituições ali, nomeadamente o Cônsul Geral no Rio de Janeiro, Rosário de Ceita, (o famoso Cônsul do envio dos envelopes recheados) por péssima gestão que ali vem fazendo desde que fez tudo junto da sua prima  que não é nada nem nunca foi  prima ex-Primeira Dama para ser nomeado para aquela cidade (mesmo que toda a gente e sobretudo a Direcção do Mirex soubessem que esse rapaz  não tem postura, não tem  perfil nem capacidade para tocar uma guitarra dessa natureza) tem o mesmissimo comportamento no que toca á saúde dos funcionários desse Consulado. Para questões de saúde ele diz sempre que não tem dinheiro, contudo vai organizando festas atrás de festas bem regadas que é o que ele mais adora fazer na vida, emprega e desemprega brasileiras como quer, quando quer e bem entende e mesmo sabendo das frágeis condições financeiras que o executivo atravessa, realiza viagens constantes e sempre acompanhado de muitos elementos do seu séquito (brasileiras e angolanas (os) da comununidade que ele adora que o odorem e o bajulem, á revelia das orientações já emanadas pela Direcção do Mirex !

E, a Direcção do Mirex mesmo sabendo de todas as patifarias que esse sujeito e, mesmo o de São Paulo, bem como do Embaixador Nelson Cosme infelizmente continuam a fazer, nada, absolutamente nada faz contra esses “falsos” Gestores.  No minimo dos minimos que por escrito lhes fizessem uma advertência ! Nem isso o Mirex tem o cuidado e a sensibilidade de fazer e então esses sujeitos continuam a chafurdar-se indevidamente com os dinheiros que afinal são de todos nós.

Ainda sobre o infausto falecimento da Dra. Alice Ondina Mendonça e pelo abandono do acompanhamento e apoio da sua entidade patronal num momento bastante critico de que necessitava para tratar da sua saúde, com toda a certeza agora irão aparecer mensagens de tristeza (mensagens falsas, é claro, nós sabemos que isso infelizmente acontece) e, ao mesmo tempo o Sr. Belo Mangueira – negligente no caso vai apresentar milhões de desculpas e milhares de razões a seu favor, mas o que é certo é que a familia e amigos da falecida têm provas concretas dos maus tratos que sofreu por parte desse Gestor.

Porque sabemos que este assunto ainda fará correr alguma tinta, voltaremos sobre oassunto.

Que a alma da Dra. Alice Ondina de Sousa Mendonça descanse em paz junto do Criador e, sinceras condolências a sua Familia.   

Last modified onSábado, 19 Maio 2018 11:18
.
.
.
.
back to top

Recomendamos