Menu
RSS

PJ de Portugal investiga empresário angolano Silvestre Tulumba por alegados crimes de burla

PJ de Portugal investiga empresário angolano Silvestre Tulumba por alegados crimes de burla

A Polícia Judiciária investiga Silvestre Tulumba por alegados crimes de burla e tráfico de seres humanos. 

Dezenas de portugueses explorados por empresário Silvestre Tulumba

As vítimas são altos quadros da construção civil recrutados em Portugal para trabalharem em obras públicas angolanas ganhas pela empresa de Tulumba, a IMOSUL.

De acordo com os lesados, que hoje vivem situações dramáticas, o empresário angolano de 37 anos terá conseguido ganhar diversos concursos públicos em Angola por ser conhecido como sobrinho-neto do general Kundi Paihama que, durante 19 anos, assumiu diversos cargos políticos relevantes na presidência de José Eduardo dos Santos.

Os portugueses, que se dizem alvo de exploração, garantem nunca ter visto uma obra terminada, o que também se prova por imagens satélite captadas ainda hoje. Assiste o vídeo embaixo

Silvestre Tulumba Kaposse, é um antigo motorista de taxi  que depois a sorte lhe bater as portas - pelas mãos do general Kundi Paihama – tornou-se num dos mais notabilizados empresários que opera no sul de Angola. Kaposse é oriundo de uma família pobre proveniente do município do Kipungo, província da Huíla, onde nasceu em 1981.

Tulumba Kaposse começou como taxista na cidade do Lubango, atividade que desligou-se em 2002, altura em que se juntou a um tio Francisco Abílio Lumbamba. Ambos passaram a dedicar-se na compra e venda de viaturas e tinham como principal cliente o governo provincial da Huíla. Na sequencia de um mal estar ele afastou-se do tio pondo também fim a parceria comercial.

Agora, trabalhando sozinho, Silvestre Kaposse estabeleceu contatos com um antigo amigo do seu falecido avo que estava a trabalhar no governo central como antigo ministro da Defesa Nacional, de sua graça, Kundi Paihama. O então ministro disponibilizou-se a injetar dinheiro no seu negocio de compra e venda de viaturas concretizando assim a sua expansão, na região sul de Angola. RTP

Last modified onSábado, 07 Abril 2018 14:14

Media

.
. =
.
.
back to top

Recomendamos