Menu

UNITA acusa polícia e sobas de atos de intolerância política

UNITA acusa polícia e sobas de atos de intolerância política

A UNITA, maior partido da oposição angolana, acusou hoje, em Luanda, agentes da Polícia Nacional e autoridades tradicionais de envolvimento, esta semana, no interior de Angola, em atos de intolerância política contra militantes do partido.

A acusação foi feita pelo secretário-geral da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), Franco Marcolino Nhany, em conferência de imprensa, que falou em "operação combinada".

Segundo o político, o caso mais recente terá ocorrido, na segunda-feira, no município de Camanongue, província angolana do Moxico, onde a ação terá sido supostamente orientada pelo secretário local do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA, partido no poder), que mandou retirar todos os símbolos da UNITA daquela região.

"A Polícia Nacional e os sobas (autoridades tradicionais) foram chamados a envolverem-se na operação, sob pena de ficarem sem os seus subsídios, na sequência de uma reunião que o primeiro secretário municipal de Camanongue do MPLA manteve no local", acusou o dirigente da UNITA.

Franco Marcolino Nhany referiu também que facto semelhante teve lugar no município de Ekunha, província do Huambo, no dia 11 deste mês, em que militantes do MPLA, numa operação combinada com a defesa civil, "atacaram militantes da UNITA durante um ato político do seu partido".

"Aproximaram-se com pedras, paus, catanas e azagaias, e atiraram-se contra os militantes indefesos da UNITA e causaram ferimentos graves a 10 pessoas e danos materiais avultados", acusou ainda o político, acrescentando que o programa do ato político foi "devidamente comunicado às autoridades".

Angola prepara-se para realizar eleições gerais em agosto deste ano, o quarto escrutínio desde que se tornou independente de Portugal, em 1975, decorrendo atualmente o processo de registo eleitoral.

Nas últimas eleições, em 2012, o MPLA foi o partido mais votado, seguido da UNITA, da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), do Partido de Renovação Social (PRS) e da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA).

LUSA

Mídia

voltar ao topo
Governo angolano avisa que acusação a Manuel Vicente ameaça relações com Portugal

Governo angolano avisa que acusação a Manuel Vicente ameaça relações com Portuga…

O Governo angolano classificou esta sexta-feira como "inamistosa e despropositad...

Futuro PR não deverá atacar pessoas ligadas a José Eduardo dos Santos - Alves da Rocha

Futuro PR não deverá atacar pessoas ligadas a José Eduardo dos Santos - Alves da…

O economista Alves da Rocha defendeu hoje que o provável futuro Presidente de An...

Banco Barclays recusa fortunas dos governantes e altas patentes do regime angolano

Banco Barclays recusa fortunas dos governantes e altas patentes do regime angola…

O Barclays está a fechar as portas às fortunas dos angolanos. Depois do fim do v...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve