Menu
RSS

João Lourenço vê aprovada nova equipa para secretariado do Bureau Político

João Lourenço vê aprovada nova equipa para secretariado do Bureau Político

O novo presidente do MPLA, eleito sábado num congresso extraordinário, viu hoje aprovadas as propostas dos nomes que apresentou para integrarem o Secretariado do Bureau Político do partido, indica um comunicado oficial.

A decisão resoltou da quarta reunião Extraordinária do Bureau Político do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), com João Lourenço a ver aprovados os dez nomes, dois deles de mulheres, para outros tantos cargos de secretários daquele órgão.

Como secretária para a Política de Quadros foi escolhida Luísa Damião, já eleita sábado na reunião do Comité Central - que se seguiu ao congresso extraordinário - como vice-presidente do partido, e para a Política Social foi nomeada Iolanda dos Santos, tendo sido também recuperado o "histórico" Mário Pinto de Andrade para os Assuntos Políticos e Eleitorais.

Manuel Pedro Chaves ficou como secretário para as Relações Internacionais, Paulo Pombolo para a Informação, Diógenes de Oliveira para a Administração e Finanças, Salomão Xirimbimbi para a Política Económica, Jorge Dombolo para a Organização e Mobilização, Pedro Morais Neto para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria e João Almeida Martins para a reforma do Estado, Administração Pública e Autarquias.

Na reunião de hoje, presidida por João Lourenço, o Bureau Político, que se reuniu pela primeira vez após o VI Congresso Extraordinário do MPLA, saudou a eleição do novo líder do partido, manifestando-lhe o "apoio incondicional" para que, "com a força do passado e do presente, se possa melhorar o que está bem e corrigir o que está mal", frase utilizada na campanha eleitoral de 2017 e recuperada no conclave.

O Bureau Político também se congratulou com a eleição, pelo Comité Central, de Luísa Damião como vice-presidente do MPLA e de Álvaro Manuel de Boavida Neto como secretário-geral, bem como aprovou a proposta, também de João Lourenço, para a liderança do Grupo Parlamentar, que fica doravante nas mãos de Américo António Cuononoca.

Para a Mesa da Assembleia Nacional o Bureau Político do MPLA designou Emília Celestino Dias para primeira vice-presidente e Suzana Augusta de Melo para segunda vice-presidente.

Como diretor de Gabinete do presidente do MPLA, o Bureau Político aprovou o nome de Adriano Meireles Patrocínio.

João Lourenço, eleito Presidente da República de Angola nas eleições de agosto de 2017, subiu sábado à liderança do MPLA, tendo, em ambos os casos, substituído José Eduardo dos Santos, que abandonou a política ativa angolana.

No discurso de encerramento de um congresso que pôs termo á bicefalia do poder em Angola, João Lourenço prometeu prosseguir as reformas económicas iniciadas há 11 meses e combater a corrupção, nepotismo e bajulação no partido e no país.

01. Manuel Pedro Chaves - SECRETÁRIO PARA AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS;

02. Yolanda Gizela Ribeiro António dos Santos – SECRETÁRIA PARA A POLÍTICA SOCIAL;

03. Jorge Inocêncio Dombolo - SECRETÁRIO PARA A ORGANIZAÇÃO E MOBILIZAÇÃO;

04. Paulo Pombolo - SECRETÁRIO PARA A INFORMAÇÃO;

05. Diógenes de Oliveira - SECRETÁRIO PARA A ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS;

06. Luísa Pedro Damião - SECRETÁRIA PARA A POLÍTICA DE QUADROS;

07. Salomão Loheto Xirimbimbi - SECRETÁRIO PARA A POLÍTICA ECONÓMICA;

08. Mário Pinto de Andrade - SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS POLÍTICOS E ELEITORAIS;

09. Pedro de Morais Neto - SECRETÁRIO PARA OS ANTIGOS COMBATENTES E VETERANOS DA PÁTRIA;

10. João de Almeida Martins - SECRETÁRIO PARA A REFORMA DO ESTADO, ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E AUTARQUIAS;

O Bureau Político do MPLA aprovou a indicação do camarada Américo António Cuononoca, para dirigir o Grupo Parlamentar do Partido.

.
.
.
.
back to top

Recomendamos