Menu
RSS

José Eduardo dos Santos garante boa transição politica em Angola aos líderes religiosos

José Eduardo dos Santos garante boa transição politica em Angola aos líderes religiosos

A questão da transição pacífica na liderança do MPLA, partido que governa o país, foi esta quinta-feira, em Luanda, abordada entre responsáveis religiosos e o presidente desta formação política, José Eduardo dos Santos.

À saída de uma audiência concedida por José Eduardo dos Santos, Don Afonso Nunes, líder da Igreja Tocoísta, disse à imprensa ter recebido boas garantias de que a transição será de paz e tranquilidade.

O líder religioso mostrou-se ainda crente de que, do mesmo modo que o fez na indicação do actual Presidente da República, João Lourenço, para concorrer às eleições de 2017, assim será a próxima transição.

Afonso Nunes referiu ter deixado palavras de alento, sobretudo conselhos, para que entre ambos (Presidente da República e do Partido), após a transição, haja paz, respeito e dignidade.

Do seu ponto de vista só assim será possível conduzir bem as novas gerações, dai esperar que haja unidade entre ambos.

Considerou que, pelos feitos de José Eduardo dos Santos, ao longo dos 38 anos à frente dos destinos do país, os angolanos não deixarão de retribuir e mostrar os seus agradecimentos.

Para si, é importante que haja perdão entre todos os angolanos para que se possa viver em paz e harmonia, pois é bom ver os dois líderes ainda vivos.

Já o bispo emérito de Luanda, Don Anastácio Kahango, disse que a visita não foi na qualidade de líder religioso, mas sim de um mais velho que pode apresentar os seus conselhos.

A este respeito, disse ter dado alguns conselhos que o poderão fortalecer cada vez mais e também servirão de lição ao Presidente do MPLA.

A marcação da data para a realização do congresso no sentido da escolha do novo presidente do partido tem criado várias divergências em distintos sectores da sociedade e desta mesma formação política.

Em relação ao assunto, na sua V sessão ordinária, que teve lugar em Março do corrente na capital angolana, o Comité Central do MPLA decidiu a realização de uma reunião de reflexão do Bureau Político para o presente mês (Abril) e, consequentemente, uma outra extraordinária do Comité Central, no princípio de Maio.

A referida reflexão tem como fim único o fortalecimento do MPLA e o reforço da sua coesão interna, privilegiando sempre os interesses do Partido e da Nação Angolana.

Esta decisão veio depois de, na abertura destes mesmos trabalhos, o Presidente do partido ter proposto a realização do congresso extraordinário para a escolha do novo líder para Dezembro deste ano ou Abril de 2019.

José Eduardo dos Santos lidera o MPLA desde 1979, na sequência da morte de António Agostinho Neto, então Presidente do partido que governa o país desde 11 de Novembro de 1975.

A 11 de Março de 2016, durante a abertura da 11ª sessão ordinária do Comité Central do partido, o Presidente do MPLA anunciou que deixaria a vida política activa em 2018.

.
.
.
.
back to top

Recomendamos