Menu
RSS

Eu sou frustrado sim " quem não é frustrado ponha á mão no ar?

Eu sou frustrado sim " quem não é frustrado ponha á mão no ar?

Porque ter vergonha em nos assumirmos como um povo frustrado, se ser frustrado não é crime, é sim um direito?

Então se a frustração é um estado de espírito resultante da não satisfação de uma necessidade ou motivação, qual é o problema que se pode ter em nos assumirmos como frustrados, se é verdade que nenhum de nós angolanos consegue até hoje passados mais de 40 anos ter o mínimo para a satisfação das nossas necessidades, pior se optarmos em ser honestos e corretos?

Por Fernando Vumby

Então num país onde grande maioria reclama, a educação não ser de qualidade, estar doente ser uma das piores desgraças porque raramente não significa ser meio morto, os hospitais cheirando pior que armazéns carregados de bagre fumado apodrecido, e onde quase todos assistem impotentes os charcos de água podre se desaguando nos rios como é que este povo pode ter vergonha de se assumir como um povo frustrado?

Então gente que sofre os piores momentos de humilhações desde que se conhecem como seres humanos não se julgam no direito de se sentirem frustrados, como assim?

Será que ser frustrado é sinônimo de criminoso ou assassino, tal qual é um corrupto?

Manos pensem nisto e nos vossos direitos entre eles o de se sentir frustrado, quando não se consegue o mínimo para a satisfação das tuas (nossas) necessidades e o de ter vergonha na cara quando se é corrupto, porque se é criminoso como me referi ontem no outro texto.

Precisamos encarar a nossa frustração como uma espécie de vacinas necessárias, para aprendermos como é duro não ter nada para a nossa sobrevivência, as vezes ao ponto de que nos sentimos com falta até mesmo do ar para respirarmos, e estarmos vivos quase que deixa de fazer sentido.

Então (nós) vocês que sofrem tanto por falta de quase tudo, ainda assim não terem coragem de se assumirem como frustrados, por estarem cheios de nada?

Ainda assim, mesmo essas pessoas que vivem um estado de frustração permanente, coitados as vezes até já preferem morrer, nem por isso, dão em assassinos ou criminosos, quando tinham até motivos para isto, ao contrário de todo o corrupto que é assassino, criminoso, porque o seu roubo mata muita gente...

Então manos (as) entendam que ser frustrado é um direito, não é nenhum crime como as vezes se interpreta, se pensa ou se acredita.

Tudo por Angola e pelos angolanos este é o espírito que me orienta sempre que escrevo algo, eu não passo o que vocês passam, mas jamais virarei costas ao sofrimento alheio...

.
.
.
.
back to top

Recomendamos