Angola 24 Horas - Angolano encardido: sentir-se feliz pelos roubos praticados pelos seus familiares
Menu
RSS

Angolano encardido: sentir-se feliz pelos roubos praticados pelos seus familiares

Angolano encardido: sentir-se feliz pelos roubos praticados pelos seus familiares

Como o angolano na defesa dos roubos (crimes) praticados pelos seus pais, tios, irmãos, primos, cunhados, avós, sobrinhos e filhos se sente ainda assim feliz, vaidoso e orgulho por se beneficiar dos resultados de tais atos indecoroso que tem causado tanto sofrimento aos milhões de angolanos não deve haver igual.

Por Fernando Vumby

Este " paradoxo do angolano encardido " é uma provocação a lógica, pois são estes angolanos que não são poucos, que não se sentem indignados com toda esta podridão que vocês vivem aí desde vários anos a começar pelos assaltos aos cofres públicos, matanças, julgamentos encomendados e todo tipo de humilhações.

Enquanto a maioria dos angolanos andam descontentes, angustiados, sem perspectiva de vida e revoltados com a corrupção que caminha galopante para todas as direções, com os políticos desonestos hoje há em quase todos os partidos políticos e organizações da sociedade civil.

Fartos de verem amantes transformadas em secretárias para lhes facilitar a vida, mesmo sem competência logo que saibam mexer bem o cú, na hora da pausa transformada em recreio para sexo entre o chefe e subordina, fartos do nepotismo, das trocas de favores e benefícios, estes angolanos que trato por encardidos por aplaudirem os roubos dos quais também se beneficiam estão se marimbando pura e simplesmente.

Todo angolano de bem quer mais ética, justiça, menos inflação, mais igualdade entre os pretos, mulatos e brancos, mais eficiência nas repartições públicas, mais ordem, segurança, hospitais, mais médicos, professores e jornalistas não prostitutos, coisa essa que para o encardido não compensa porque não facilita os privilégios dos roubos feitos pelos seus familiares.

Mas com certeza ainda não vai ser hoje que vou gastar tanta tinta publicando os nomes de alguns filhos , irmãos , sobrinhos , primos , netos , cunhados que vivem ás custas dos roubos praticados pelos seus familiares mais próximos ,e que ainda assim , de vez enquanto vão dando um ar da sua graça se fingindo que são contra , quando na verdade nunca o foram , antes pelo ate se dão ao luxo de rezarem pela boa saúde dos ladrões e corruptos que na verdade não teria nada contra se fossem todos fuzilados numa praça pública...

Fórum Livre Opinião & Justiça

.
..
.
.
back to top

Recomendamos