Menu
RSS

Lula tenta deixar sindicato para se entregar, mas é impedido

Lula tenta deixar sindicato para se entregar, mas é impedido

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tentou deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, para se entregar à Polícia Federal neste sábado, mas foi impedido por militantes. O petista tem uma ordem de prisão contra ele expedida pelo juiz Sergio Moro desde quinta-feira. O magistrado deu a opção para Lula se apresentar às autoridades até as 17h de sexta, mas o petista continuou no sindicato até este sábado, quando afirmou pela manhã que “cumpriria o mandado”.

O ex-presidente entrou em um carro prata com o seu advogado Cristiano Zanin por volta das 16h58. O veículo tentou deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde Lula está desde a noite de quinta, mas foi impedido por manifestantes  favoráveis ao petista que se aglomeraram na saída. Diante do impasse, ele deixou o carro e retornou para o interior do sindicato.

Condenação

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Ele foi considerado culpado por ter aceitado a promessa e a reforma de um apartamento tríplex no Guarujá (SP), como contrapartida de vantagens indevidas obtidas pela empreiteira OAS em contratos com a Petrobras. Desde quinta-feira, o ex-presidente estava ao lado de apoiadores no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde foi feita em seu apoio uma vigília de manifestantes de movimentos sociais.

Lula participou pela manhã de uma missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que faria 68 anos neste sábado. O petista não aceitou a oferta do juiz Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, para que comparecesse espontaneamente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde ficará preso.

.
. =
.
.
back to top

Recomendamos