Menu

Sam Mangwana “Ti António” dança “caroço quente” na trienal de Luanda

Sam Mangwana “Ti António” dança “caroço quente” na trienal de Luanda

Sam Mangwana actua na III Trienal de Luanda, este Sábado, 29 de Outubro, às 20h30. Esta será a  estreia  de  Samuel  Mangwana,  músico  angolano,  que  se  notabilizou  a  nível  internacional  no movimento da Rumba Congolesa, sendo uma das principais referências na República Democrática do Congo (RDC). 

“Tio  António”,  “Susana”,  “Georgette”,  “Fatimata”,  “Querida  Pátria”,  “Minha  Terra”,  “Galo  Negro”  e outros  sucessos  de  Mangwana  serão  executados  no  palco  Bengo,  no  Palácio  de  Ferro.  Chico Madne (teclado), Teddy Nsingui (guitarra solo), Quintino (guitarra solo), Mias Galheta (baixo), Nino Groba  (teclado),  Romão  Teixeira  (bateria),  Manuel  Correia  (percussão),  Massoxi  (dikanza),  Mister Kim, Beth Tavira e Dorgan Nogueira (coro) são os músicos que irão o ladear. 

Mangwana  começou  a  carreira  musical  em  1963,  no  grupo  “African  Fiesta  de  Tabu  Ley Rochereau”. Posteriormente “African Fiesta National”, “Afrisa International” e colaborou com o “TP OK Jazz” de Francó. Formou e liderou os grupos “Festival des Maquisards” e “African All Stars”.   

Patrícia  Faria  volta  a  pisar  o  palco  Ngola,  às  21h30,  o mesmo  que  no  dia  25  de  Agosto  no âmbito do festival Zwá- Pura Música Mangop a acolheu na sua estreia na III Trienal de Luanda. 

A também radialista e jurista far-se-á acompanhar por Nando Bernardino (bateria), Chico Santos (percussão), Jujú Lutuma (teclado), João Mário (guitarra ritmo), Simão Nsingui (viola solo), Zinha de  Almeida  e  Marinela  Bragança  (coro),  a mesma  formação  que  foi  cúmplice  na  brilhante  na primeira actuação no remodelado Palacio de Ferro. 

“Caroço Quente”, “Cama e mesa” (Pacheco), “Nzage”, “Oimbwa”, “Kimbemba” e outros temas dos dois discos de originais e de outros projectos musicais voltarão a ser entoados. Dentre os vários troféus  destaque  para  o  Top  dos  Mais  Queridos,  onde  arrebatou  os  prémios  de  “Produção discográfica”, “Voz Feminina do Ano” e “Semba do Ano”. 

Patrícia  Faria,  a  Negra  Caliente,  ainda  criança  integrou  o  grupo Gingas  do  Maculusso,  onde cresceu musicalmente. Em 2003, a cantora abraça uma carreira a solo e lança o aclamado “Emé kia”. Seis anos depois, apresenta ao público a segunda obra discográfica “Baza Baza”.   

Mídia

voltar ao topo
Governo angolano avisa que acusação a Manuel Vicente ameaça relações com Portugal

Governo angolano avisa que acusação a Manuel Vicente ameaça relações com Portuga…

O Governo angolano classificou esta sexta-feira como "inamistosa e despropositad...

Futuro PR não deverá atacar pessoas ligadas a José Eduardo dos Santos - Alves da Rocha

Futuro PR não deverá atacar pessoas ligadas a José Eduardo dos Santos - Alves da…

O economista Alves da Rocha defendeu hoje que o provável futuro Presidente de An...

Banco Barclays recusa fortunas dos governantes e altas patentes do regime angolano

Banco Barclays recusa fortunas dos governantes e altas patentes do regime angola…

O Barclays está a fechar as portas às fortunas dos angolanos. Depois do fim do v...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve