Menu
RSS

Galp espera iniciar produção no Bloco 32 em Angola no primeiro semestre

Galp espera iniciar produção no Bloco 32 em Angola no primeiro semestre

A Galp espera iniciar a produção de petróleo no Bloco 32 em Angola durante o primeiro semestre deste ano, compensando a redução de produtividade do Bloco 14, indicou hoje o administrador Thore Kristiansen.

A plataforma de Kaombo Norte deverá arrancar no primeiro semestre deste ano, enquanto a plataforma de Kaombo Sul só está previsto operar no próximo ano, disse o administrador Thore Kristiansen, em Londres.

Segundo a Galp, as operações em Angola caíram 18% para seis mil barris por dia face ao ano anterior devido ao declínio dos campos do Bloco 14, anunciou hoje a petrolífera em comunicado ao mercado.

Em Moçambique, a Galp e os seus parceiros estão a desenvolver uma unidade de liquefação flutuante a instalar na área de Coral Sul, a primeira unidade a desenvolver as descobertas da bacia do Rovuma, e a preparar o desenvolvimento do projeto de Mamba.

"Mamba é a joia da coroa", afirmou hoje Thore Kristiansen, considerando os próximos dois anos "muitos importantes" para desenvolver soluções tecnológicas 'onshore' (em terra) e 'offshore' (no mar).

Em estudo estão técnicas usadas no Qatar, mas que em Moçambique poderão encontrar condições mais vantajosas, nomeadamente devido ao clima menos quente.

A dimensão e competitividade deste projeto vai permitir ao país tornar-se num dos principais produtores desta forma de energia, cuja procura a Galp espera que registe um forte crescimento durante a próxima década, adiantou o presidente executivo, Carlos Gomes da Silva.

Last modified onTerça, 20 Fevereiro 2018 20:03
.
. =
.
.
back to top

Recomendamos