Menu

China está a comprar menos petróleo a Angola

China está a comprar menos petróleo a Angola

A China manteve o primeiro lugar entre os destinos das exportações angolanas no segundo trimestre de 2016, mas continua a comprar menos petróleo a Angola, descendo para 35% do total. De acordo com um documento estatístico do comércio externo do segundo trimestre, do Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano, libertado apenas este mês e ao qual a Lusa teve acesso, esta quarta-feira, a China fez compras a Angola – essencialmente petróleo – de 432,5 mil milhões de kwanzas (2,4 mil milhões de euros).

Trata-se de uma quebra de quase 1% face ao trimestre anterior e menos 12,1% tendo em conta o mesmo período mas de 2015. Além disso, a China representou um peso de 35% de todas as vendas angolanas ao exterior, quando no trimestre anterior comprou praticamente metade das exportações do país. Na lista dos destinos das exportações angolanas surgem depois as Bahamas, com uma quota de 13,8%, e a Índia, com um peso de 6,4%.

Portugal deixou de fazer parte do grupo dos 10 países que mais compram a Angola, contrariamente aos trimestres anteriores. No campo oposto, os Estados Unidos lideraram as vendas a Angola entre abril e junho, no valor de 71.499 milhões de kwanzas (409 milhões de euros), influenciado pela compra de uma aeronave à Boeing pela estatal TAAG.

Portugal surge no segundo lugar na origem das importações angolanas, com uma quota total de 11,3%, voltando a passar a China, cujas vendas a Angola desceram para um peso de 10% no segundo trimestre de 2016, de acordo com o documento do INE.

Bloco 15 garantiu um terço das receitas fiscais em novembro

Um único bloco do 'offshore' angolano garantiu em novembro praticamente um terço de todas as receitas fiscais petrolíferas do país, segundo dados do Ministério das Finanças compilados hoje pela Lusa.

O bloco 15, operado em águas profundas ao largo da província do Zaire (norte) pela multinacional ESSO, que detém 40 por cento do grupo empreiteiro, garantiu em novembro último um encaixe em receitas fiscais superior a 45.493 milhões de kwanzas (260,5 milhões de euros).

Cada barril dos 11.102.769 exportados por este bloco naquele mês foi vendido, em média, a 47,39 dólares, pelo que as vendas totais ascenderam a 526.160.222 dólares (498,7 milhões de euros).

Além da ESSO, o bloco 15 é participado pela BP (26,67%), pela ENI (20%) e pela STATOIL (13,33%).

Globalmente, Angola encaixou em novembro mais de 133.314 milhões de kwanzas (767 milhões de euros) em receitas fiscais com a exportação de petróleo bruto, o melhor registo mensal de 2016.

De acordo com um relatório do Ministério das Finanças, Angola exportou em novembro 51.307.849 barris de petróleo, um aumento de 3.915.671 barris face a outubro.

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), concessionária estatal do setor petrolífero, informou este mês que o "valor máximo" da produção diária do país para 2017 está estabelecido desde 01 de janeiro em 1.673.000 barris de petróleo bruto.

A medida, acrescentou a empresa liderada por Isabel dos Santos, resulta do acordo entre membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), de 30 de novembro de 2016, para "reduzir a produção de petróleo bruto de 33.7 milhões para 32.5 milhões de barris por dia", com o intuito de "aumentar o preço do barril de petróleo bruto no mercado internacional".

"O corte de produção diária para Angola é de 78.000 barris em relação ao valor de referência considerado pela OPEP de 1.751.000 barris dia. Por conseguinte, a Sonangol instruiu formalmente os diferentes operadores em Angola sobre os limites de produção mensais por concessão, baseado no potencial de produção atual de cada uma delas e a programação de intervenções nas mesmas", informou a empresa.

Modificado emquarta, 11 janeiro 2017 14:44

Mídia

voltar ao topo
Governo angolano avisa que acusação a Manuel Vicente ameaça relações com Portugal

Governo angolano avisa que acusação a Manuel Vicente ameaça relações com Portuga…

O Governo angolano classificou esta sexta-feira como "inamistosa e despropositad...

Futuro PR não deverá atacar pessoas ligadas a José Eduardo dos Santos - Alves da Rocha

Futuro PR não deverá atacar pessoas ligadas a José Eduardo dos Santos - Alves da…

O economista Alves da Rocha defendeu hoje que o provável futuro Presidente de An...

Banco Barclays recusa fortunas dos governantes e altas patentes do regime angolano

Banco Barclays recusa fortunas dos governantes e altas patentes do regime angola…

O Barclays está a fechar as portas às fortunas dos angolanos. Depois do fim do v...

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheiro

Veja a mansão que a Odebrecht construiu para o ditador de Angola com seu dinheir…

José Eduardo dos Santos é destes amigos improváveis arranjados pela diplomacia b...

PAGINAS PRINCIPAIS

ENTRETENIMENTO

  • Shows
  • Música

DESPORTO

  • Girabola 2016                         
  • Outros Esportes

SOBRE NÓS

  • Grupo Media VOX POPULI

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Instagram

RÁDIOS & TV

Radio AO24 Online

Em Breve