Menu

Barril de petróleo Brent fecha em alta de 2,56% e cotado a US$ 77,29

Barril de petróleo Brent fecha em alta de 2,56% e cotado a US$ 77,29

O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em agosto, encerrou hoje no mercado de futuros de Londres em alta de 2,56%, para os 77,29 dólares, devido a preocupações com a redução da oferta da Venezuela.

O crude do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures a cotar 1,93 dólares acima dos 75,36 com que fechou as transações na quarta-feira. Os contratos futuros do petróleo dos EUA avançavam 1,41% para US$ 65,64 o barril às 11h18.

A Venezuela está quase um mês atrasada na entrega de petróleo aos clientes, segundo a Reuters. O país está no meio de uma crise econômica e enfrenta ameaças de sanções dos EUA.

Enquanto isso, a Organização do Países Exportadores de Petróleo, da qual a Venezuela faz parte, e a Rússia estão considerando aumentar sua oferta.

A Reuters informou em 25 de maio que o grupo estava considerando elevar a oferta em um milhão de barris por dia já em junho, já que a organização enfrenta perdas da Venezuela e do Irã.

A organização deve se reunir em Viena em 22 de junho. A Opep tem reduzido a produção em 1,8 milhão de barris por dia para impulsionar os preços do petróleo. O pacto teve início em janeiro de 2017 e deverá valer até o final de 2018.

Os preços foram contidos por preocupações de que os EUA estariam aumentando a produção. O aumento nos estoques do país foi de 2,1 milhões de barris na semana encerrada em 1º de junho, com um total de 436,5 milhões de barris, segundo a Administração de Informação de Energia dos EUA (EIA, na sigla em inglês). Analistas previam uma redução de 2,0 milhões de barris.

A produção norte-americana de petróleo, guiada pela extração de shale oil, chegou à máxima histórica de 10,8 milhões de barris por dia na semana passada, de acordo com o relatório da EIA. Apenas a Rússia atualmente tem produção maior, com 11 milhões de barris por dia.

Em outras negociações de energia, os contratos futuros de gasolina avançavam 0,49% para US$ 2,0892 o galão, ao passo que o óleo de aquecimento tinha ganhos de 1,35% e era negociado a US$ 2,1555 o galão. Contratos futuros de gás naturalsubiam 2,14% e estavam cotados a US$ 2,958 por milhão de unidades térmicas britânicas.

Last modified onQuinta, 07 Junho 2018 21:30
.
.
.
.
back to top

Recomendamos