Angola 24 Horas - Items filtered by date: Segunda, 02 Outubro 2017
Menu
RSS

Angola 24 Horas - Items filtered by date: Segunda, 02 Outubro 2017

Os erros de João Lourenço, no seu discurso e a exemplar saída de Samakuva na liderança da UNITA

Durante o pronunciamento, do seu discurso de tomada de posse, o novo presidente da República de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço,(JLo),apesar de haver aparentemente demonstrado que se vai (impor) na sua difícil e penosa luta, contra os seus próprios correligionários, que durante o consulado encabeçado pelo ditador, José Eduardo dos Santos/seus filhos, delapidaram sem do nem piedade, o erário público Angolano, os quais JLo, segundo o seu discurso ira combater, para aliviar a actual corrupção verdadeiramente generalizada, que assistimos em Angola.

Por Orlando Fonseca

Read more...

O novo desafio da comissão política da UNITA

Já era do domínio mais ou menos geral que o líder da UNITA, Dr. Isaias Samakuva granjeava enorme apoio entre angolanos. A última campanha eleitoral veio apenas confirmar a simpatia nutrida por várias franjas da nossa sociedade. Tudo leva a crer que os níveis dessa simpatia cresceram cada vez mais, a partir do momento em que o líder da UNITA reafirmou o seu desejo de abandonar a Direcção do Partido.

Por Lourenco Antônio

Read more...

Dra Sílvia Lutukuta: Uma nova página aberta para a mudança progressiva do sector da saúde

A saúde é a alma da humanidade, neste ângulo, nenhuma sociedade será capaz de sobreviver sem ela, é desde logo, a pedra angular da vida, sem esta, a vida torna – se numa viagem completamente trágica, incapaz de ser realizada, de então, a eleição de bons agentes para os cargos do sector da saúde, sobretudo no nosso meio, virá definir um novo contexto, um novo panorama, uma nova página aberta para o futuro da saúde em Angola, neste prisma, apontamos por ser a mais acertada escolha no que tange ao actual papel de ministra imputada na pessoa da Dra Sílvia Lutukuta, uma mulher com qualidades intelectuais exacerbadas, expressas no rigor, na coesão, na acção, nos bons resultados, na análise cuidadosa dos programas e projectos traçados, na exigência aos seus colaboradores no âmbito do cumprimento escrupuloso do programa de governo entregue às suas mãos.

Read more...

Há empreiteiros em angola que não permitem ser fiscalizados

Com mais de 54 anos a exercer engenharia no país, Manuel Resende de Oliveira considera-se insatisfeito com a pouca importância que se dá à actividade de fiscalização de obras. Aponta o dedo à falta de autoridade do Governo para que empresas, com destaque para as chinesas, se recusem a ter as obras fiscalizadas.

Read more...
Subscribe to this RSS feed

Recomendamos